A Importância da Avaliação Audiológica nas Escolas

Atualizado: Set 14


O baixo rendimento escolar nem sempre é por falta de interesse pelos estudos, um dos motivos que pode prejudicar o desempenho do aluno é a Perda Auditiva.


A audição é um sentido de extrema importância para a aquisição e desenvolvimento normal da linguagem oral e escrita da criança. Se ela tiver P.A. alguns problemas podem interferir no processo de aprendizagem/ alfabetização (quando a criança está aprendendo a escrever ela se apoia na oralidade) e processos sociais e emocionais.

A Perda Auditiva pode ocorrer de forma parcial ou total, em um (unilateral) ou nos dois ouvidos (bilateral). Existem três tipos de perdas auditivas: condutiva, neurossensorial e mista.

  • Perda Auditiva Condutiva: quando existe um problema no ouvido externo ou médio que impeça que o som seja conduzido de forma adequada.

  • Perda Auditiva Neurossensorial: resultado da falta ou dano de células sensoriais (células ciliadas) na cóclea.

  • Perda Auditiva Mista: combinação de uma perda auditiva neurossensorial e condutiva, ou seja, resultado de problemas em ambos os ouvidos: interno e externo ou médio.

As Perdas auditivas são divididas em graus: leve, moderada, severa e profunda.

Abaixo as dificuldades dos escolares em cada grau.

  • P.A. leve: tem dificuldade em ouvir a fala cochichada ou distante. Pode apresentar atraso na aquisição da linguagem, trocas de alguns fonemas. As que estão na fase da alfabetização podem apresentar trocas na escrita e serem tratadas como desatentas.

  • P.A. moderada: Terá as mesmas dificuldades da P.A. leve e não escutarão a maioria das palavras de uma conversa falada com intensidade normal.

  • P.A. Severa: Irá escutar se as pessoas falarem alto e bem próximo.

  • P.A. Profunda: As crianças só irão ouvir sons muito altos e não ouvem som de voz.

Essas P.A. podem ser causadas por otites de repetição, perfuração membrana timpânica, destruição ou ruptura da cadeia ossecular, colesteatomas, meningite, medicação ototóxicas.

Devido as dificuldades que uma P.A. pode ocasionar as escolas estão adotando como pré-requisitos na matrícula uma avaliação audiológica que compreende em audiometria tonal, audiometria vocal e impedânciometria. O objetivo da avaliação é detectar dificuldades auditivas que podem prejudicar o desenvolvimento pedagógico e seu processo de aprendizagem escolar precocemente.

A avaliação audiológica deve ser realizada anualmente uma vez que, as alterações podem ocorrer de um ano para outro.


Priscilla Magalhães Amorim

Atua como Fonoaudióloga na SabiaMente

Graduação em Fonoaudiologia - Universidade São Camilo

Aprimoramento em Motricidade Orofacial com Enfoque em Estética -CEFAC

Pós-graduação em Libras - UNINOVE

Curso de Introduçãoo À Comunicação com o Surgocego e Multi Deficiente

CRFª: 2-15.837

#fonoaudiologia #audiometria #processamentoauditivocentral

63 visualizações
whats.png