AUTISMO (TEA)

O Autismo, cientificamente conhecido como Transtorno do Espectro Autista (TEA), é um transtorno global do desenvolvimento evidenciado por três características fundamentais: inabilidade do indivíduo em interagir socialmente;

  • dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se ou lidar com jogos simbólicos;

  • comportamento restritivo e repetitivo;

  • dificuldade nas relações sociais

Como pessoas com Autismo possuem atraso no desenvolvimento de áreas importantes é necessário acompanhamento e estimulações para que esta pessoa possa ter melhor qualidade de vida.

Nossas especialidades para TEA

Terapia ABA

A terapia ABA trabalha com reforços dos comportamentos positivos. Envolve o ensino intensivo e individualizado das habilidades necessárias para que a criança possa adquirir independência e a melhor qualidade de vida.

Terapia Ocupacional

O Terapeuta Ocupacional é o profissional que através das atividades, objetiva fazer com que o indivíduo seja o
mais independente e autônomo possível em seu cotidiano.  Atendemos todas as idades.

Análise do Comportamento

O psicólogo analisa o comportamento e faz um plano terapêutico para ajudar  a melhorar comportamentos ruins ou inadequados. No caso de crianças os pais e escolas são sempre orientados como lidar com ela.

Psicopedagogia

Ajuda a pessoa a realizar atividades escolares, preparando ou adaptando os materiais necessários. Sempre com a orientação escolar e familiar sobre as necessidades especiais de cada um. Todos são capazes de aprender, só precisamos encontrar a maneira mais eficiente para cada pessoa.

Acompanhante Terapêutico (AT)

Algumas crianças ou adultos necessitam de ajuda de um profissional para realizar atividades sociais e de aprendizagem. O AT pode ser indicado para acompanhar crianças na rotina escolar ou em casa. 

Fonoterapia

Realizamos estimulação da fala, leitura e escrita. Fazemos exames audiológicos e do Processamento Auditivo Central (PAC). 

Bebês e crianças com atraso do desenvolvimento necessitam estimulações adequadas da linguagem e comunicação.

Perguntas frequentes

Meu bebê tem 2 anos e ainda não fala nada. Isso é normal?
 
Resposta: por volta dos 24 meses ou 2 anos a criança deverá falar de 50 a 100 palavras, Aquele que não fala nenhuma palavra já está atrasado e precisa de uma avaliação fonoaudiológica, de otorrino ou foniatra.
 
Com que idade posso identificar sinais de Autismo?
 
Resposta: É possível observar alguns sinais de atraso de desenvolvimento até mesmo em recém nascido, porém ainda não podemos falar em Transtorno do Espectro Autista (TEA), pois a criança ainda está em pleno desenvolvimento, mas deve ser avaliada por profissionais de saúde para verificar quais estimulações o bebê necessita.  Até os dois anos de idade, tem muitas áreas cerebrais que bem estimuladas fazem toda a diferença para o resto da vida da criança.
Meu filho com TEA vai se desenvolver normalmente?
 
Resposta: Não é possível prever, mas a evolução da criança está relacionada aos estímulos adequados que ela recebe. O diagnóstico ou observação dos sinais de alerta para risco de TEA são muito importantes, pois a idade em que foi descoberto o diagnóstico influencia na melhora do quadro. Outra coisa muito importante são as terapias que a criança realiza. Geralmente são indicados tratamento com: psicólogo comportamental, método ABA, fonoterapia, acompanhamento com terapeuta ocupacional, psicopedagogo e até mesmo acompanhante terapêutico.

Saiba mais...

Autismo e a legislação Brasileira 
Meu filho tem Autismo! E agora?
Bebês com sinais de Autismo

Quer se aprofundar?

Baixe grátis seu e-book abaixo
Autismo
Uma maneira diferente de entender o mundo
Autismo
Legislação Brasileira e Carteira de Identificação

Contato

Segunda a Sexta-feira das 8h00 às 19h00

Sábado das 9h00 às 14h00

Rua da Saudade, 219 e 198  Tatuapé - São Paulo/SP - CEP 03323-050

(11) 2671-1747

       2096-4938

(11) 9 9486-0408

Localização

Links

Clique nas nossas redes sociais

1.jpg
2.jpg
@2016 - Todos os direitos reservados
whats.png