Atividades que estimulam o desenvolvimento infantil

Atualizado: Set 14


A educação infantil ocorre até os 6 anos de idade, e esse período é considerado a primeira etapa da Educação Básica.


Tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança, tanto em aspectos físicos, quanto psicológicos, sociais e intelectuais. Nesta fase é importante a interação da criança com a família e com a sociedade.

O papel da Educação Infantil é cuidar da criança em um local que lhe ofereça alimentação, que seja limpo e que ofereça espaços e atividades onde elas possam brincar, dando ênfase no desenvolvimento da criança. Não faz parte da educação infantil concretizar o processo de alfabetização, pois nessa idade a criança ainda não tem maturidade neural, mas trabalhar os pré-requisitos necessário para a alfabetização, como a coordenação motora, classificação, noções espaciais e temporais, entre outras.

A educação infantil pode trabalhar com movimentos, músicas, artes visuais, sociedade, também desenvolve as relações sociais, pois há interação com outras crianças e também com adultos. Ao brincar, a criança se expressa de formas diferentes e também estimula a linguagem, comunicando-se com pessoas que não são seus pais, e que por isso não sabem exatamente o que ela quer se não se comunicar.

Abaixo destacamos algumas atividades que podem ser realizadas na educação infantil para estimular o desenvolvimento da criança:

1. Oficina de fantoches

Essa atividade é muito fácil de fazer e estimula a imaginação das crianças. Os professores podem usar meias, pacotes de pipocas e desenhar com canetinhas, giz, entre outras coisas, e com esse material é possível criar várias histórias diferentes para as crianças.

Objetivo: trabalhar a criatividade, sequencia de fatos, temporalidade e espacialidade, entre outras habilidades.

2. Identidade

Objetivo: trabalhar a identidade, esquema corporal, diferenças entre as crianças, etc.

Os materiais são:

- Papel kraft

-Canetinhas

-Tesoura

- fitas

O professor pede para o aluno deitar em cima do papel kraft, que fará o contorno do corpo da criança, em seguida irá recortar, colocar o nome e pedir para que cada criança complete o seu desenho com o rosto e se quiserem também o corpo. Atividade finalizada, o professor poderá trabalhar com a diferença de cada um, como por exemplo, a altura.

3. Músicas.

Objetivo: Trabalha a atenção seletiva, memória auditiva, sequencia de sons, entre outras habilidades.

Pode usar toca CDs ou instrumentos musicais.

O professor estimulará a prestar atenção aos sons ouvidos na música, esses sons podem ser, por exemplo, de instrumentos musicais e ou sons de animais.

4. Caixinha de sensações

Objetivo: trabalhar as sensações, percepção estereognóstica, sensação tátil, memória, atenção, entre outros.

Materiais necessário:

- Caixa de papelão, pode ser caixa de sapato.

- objetos como tampinhas, lixa, botão, algodão...

O professor deve enfeitar a caixa para deixa-la bonita e fazer uma abertura no meio, para que passe a mão das crianças e mais um espaço para que o professor consiga colocar o objeto e então ele chama uma criança, que pegará o material dentro da caixa e irá adivinhar o que é. Caso não seja possível fazer uma caixa o professor pode apenas vendar os olhos das crianças e colocar o objeto na mão dela. Com essa atividade podemos trabalhar os sentidos das crianças.

5. A música dos nomes ou iniciais

Objetivo: trabalhar a identidade, consciência fonológica, aliteração, entre outras habilidades

Essa atividade também é feita com músicas, o educador escolhe musicas onde possa ser incluído o nome das crianças, como por exemplo, a cantiga “A canoa virou” e “se eu fosse um peixinho”. Canções com o nome das crianças podem ser feitas com bebês a partir de 4 meses.

#educação #educaçãoinfantil #bebês #escola

120 visualizações
whats.png