Alzheimer e memória

Atualizado: há 7 dias


O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa, ou seja, ocorre uma perda de memória, confusão mental, entre outros sintomas desmatados abaixo. Os familiares também são afetados, pois em alguns casos mais avançados o idoso necessita de cuidados relacionados até com os cuidados pessoais, retirando assim sua autonomia.

Saber identificar os sinais de que o idoso está entrando em declínio cognitivo é importantíssimo, pois como não há cura para a doença, podemos com a observação dos sinais, promover intervenções de estipulações cognitivas a fim de retardar os sintomas.

Alguns sinais muito leve são observados muito precocemente, porém não são levados a sério devido sua baixa intensidade e interferência na vida cotidiana. Quando alguém por volta dos 60-70 anos de idade recebe o diagnóstico de Alzheimer, seu cérebro já iniciou o processo degenerativo há 15 anos atrás.

É uma doença muito comum e geralmente afeta pessoas a partir dos 60 anos, podendo em alguns casos acometer pessoas com menos de 30 anos de idade, lembrando que isto é muito menos frequente.

Veja alguns sintomas:

- Perda de memória;

- Confusão mental;

- Delírio;

- Dificuldade para pensar e compreender;

- Perda da capacidade para fazer cálculos simples;

- Dificuldade em reconhecer coisas comuns do seu dia-a-dia;

- Agitação;

- Irritabilidade;

- Perda da capacidade de autocuidado;

- Repetições de palavras sem sentido;

- Apatia, depressão ou mudanças de humor;

- Perda de apetite.

O Alzheimer requer diagnóstico médico. Não tem cura, apenas estratégias para melhorar os sintomas temporariamente.

Se estes sinais forem observados, procure um especialista para verificar se é o momento de iniciar algum treino cognitivo ou mesmo avaliação neuropsicológica como meio de acompanhar ou prevenir os sintomas.

Mantenha sua mente ativa desenvolvendo novas conexões entre os neurônios.

Pense SabiaMente.

Ative seu cérebro. Faça PEI (Programa de Enriquecimento Instrumental).

www.sabiam.com.br

Alessandra Bizeli Oliveira Sartori

Pedagoga - Unopar

Psicopedagoga - Unifev

Mestre em saúde da criança e do adolescente - UNICAMP

Especialista em Reabilitação Neuropsicológica - IPAF

Mediadora de Pei (Programa de Enriquecimento Instrumental) pelo International Institute for the Enhancement of Learning Potential de Feuerstein (Israel)

Extensão em Psicanálise

Docente de cursos de pós-graduação

#memória #alzheimer #neuropsicologia #neurociência #avaliaçãoneuropsicológica

95 visualizações
whats.png