Depressão - o que todos devem saber?

Atualizado: Set 14

Muito se fala em depressão nas mídias sociais ou meios de busca, mas algumas informações não são verídicas ou de fonte confiável.

Depressão não é frescura ou falta do que fazer. É uma doença que, no Brasil atinge mais de 2 milhões de pessoas por ano, e atinge todas as idades e classes sociais.

As causas são de origem genética, biológica, psicológica e sociais.

O QUE É DEPRESSÃO?

É uma enfermidade que pode ser incapacitante e que tem como característica principal a preocupação do estado de humor, com predomínio anormal de tristeza. A Depressão tem como consequência sintomas físicos e psicológicos.

A Depressão é uma doença que afeta a pessoa como um todo e compromete seu corpo, humor e pensamento. Ela afeta a forma como você se alimenta e dorme, como se sente em relação a si próprio e como pensa sobre as coisas.

Existem 10 subtipos de Transtornos de Humor, dentre elas a Depressão Pós Parto e Transtorno Afetivo Bipolar.

QUAIS OS SINTOMAS DA DEPRESSÃO?

A Depressão afeta cada pessoa de maneira diferente, mas podemos destacar os sintomas mais comuns:

Sintomas Físicos:

  • Diminuição do vigor (falta de energia);

  • Dores no corpo sem causas detectadas;

  • Alteração no Apetite;

  • Cansaço físico exagerado;

Sintomas Psicológicos

  • Tristeza persistente;

  • Desânimo;

  • Perda de interesse sexual;

  • Pensamentos negativos;

  • Insônia;

  • Alteração do apetite;

  • Incapacidade de tomar decisões;

  • Falta de vontade até mesmo de fazer coisas que eram agradáveis e se tornam sem graça como tomar banho, ver TV ou ler um jornal.

CAUSAS DA DEPRESSÃO

As causas são de origem genética, biológica, psicológica e sociais.

Aqui darei mais enfoque nas causas psicológicas:

Perturbações e Traumas ocorridos durante o desenvolvimento e a formação da personalidade caracterizam um quadro propício para o surgimento da enfermidade.

Exposições a circunstâncias traumáticas que são persistentes revividas em recordações, sonhos ou até fazem parte do cotidiano do indivíduo.

Fatores Bioquímicos. Estudos demonstram que pessoas que sofrem de Depressão apresentam déficits de hormônios como serotonina e noradrelina no cérebro durante o episódio depressivo.

QUEM TEM MAIS CHANCE DE FICAR DEPRIMIDO?

  • Mulheres em período pós-parto;

  • Filhas (os) de casais em crise;

  • Filhas (os) de pais depressivos;

  • Pacientes de doenças físicas graves;

  • Pessoas que já passaram por episódios depressivos (Exemplo: luto, separação, etc);

  • Pessoas com histórico de alcoolismo ou dependência de drogas.

A tristeza é um sentimento que todos têm e faz parte da vida. Perder um pai, terminar um relacionamento são situações que deixam qualquer um de “baixo astral”. Ela vira doença quando estes sentimentos negativos dominam a pessoa 24 horas por dia.

Lembre-se de que procurar ajuda é importantíssimo, e quanto antes, maiores são os prognósticos.

Alessandra Bizeli Oliveira Sartori

Coordenara Clínica SabiaMente

Pedagoga - Unopar

Psicopedagoga - Unifev

Mestre em saúde da criança e do adolescente - UNICAMP

Especialista em Reabilitação Neuropsicológica - IPAF

Mediadora de Pei (Programa de Enriquecimento Instrumental) pelo International Institute for the Enhancement of Learning Potential de Feuerstein (Israel)

Extensão em Psicanálise

Docente de cursos de pós-graduação

#depressão #psicólogo #psicoterapia

54 visualizações
whats.png