Você já ouviu falar em alienação parental?

Atualizado: Set 14


Esse é um tema que ainda precisa ser amplamente discutido.

A alienação parental acontece quando um dos genitores passa a manipular os filhos para que se afastem ou odeiem o outro genitor. Geralmente ela é praticada pelo genitor que detém a guarda da criança, se utilizando da alienação parental como punição ou vingança ao ex-companheiro (a).

No Brasil é crime praticar o alienamento parental, pois fere o direito fundamental da criança, ter uma convivência saudável familiar.

Abaixo apresentamos alguns comportamentos comuns na alienação parental:

- Impedimento de visitas;

- Mudar-se para outra cidade, sem a autorização do outro genitor;

- Omissão de fatos importantes da vida da criança ou adolescente, como por exemplo, decisões e situações escolares e médicas;

- Criar histórias pejorativas sobre o alienado;

- Ameaçar o filho caso ele goste do outro genitor.

Esses comportamentos podem trazer sérias consequências para o filho, como doenças psicossomáticas, ansiedade, nervosismo, agressividade, sentimento de abandono, entre outros.

A separação dos pais não é algo fácil da criança vivenciar, e se torna ainda pior quando um dos genitores faz alienação parental.

É dever dos pais proporcionar para a criança um desenvolvimento psíquico saudável, a criança necessita se desenvolver em um ambiente saudável e amoroso.

O processo de separação dos pais nem sempre é elaborado corretamente pela criança ou adolescente, que geralmente tem o desejo de vê-los juntos. É importante que os pais busquem a psicoterapia para ajudar a criança ou adolescente a lidar melhor com estas situações novas.

Se precisar de ajuda nos procure e marque a primeira sessão gratuitamente.

#psicoterapia #filhos #paiefilho #mãeefilho

69 visualizações
whats.png